Ciclismo e segurança: a importância dos acessórios

Saiu para pedalar? Fique por dentro de quais equipamentos de segurança não podem faltar no seu passeio!

Postado por AMÁLIA SARAIVA, em 22/06/2021 às 02:06

 

Pedalar pode ser uma aventura repleta de adrenalina, bem estar e conforto, mas também contém seus perigos. Evitar acidentes durante uma atividade ciclística pode ser mais fácil do que se imagina. Os acessórios e equipamentos básicos de ciclismo garantem segurança que podem salvar vidas e fazer uma grande diferença no seu pedal.

Muitas pessoas associam os itens de segurança apenas às competições esportivas, vendo-os como obrigatórios apenas aos atletas que participam destas disputas. Segundo a Associação Brasileira de Ciclistas (ABC), apenas 1% dos usuários de bicicletas utilizam equipamentos de proteção. O ciclista, facilmente expostos a outros veículos e pedestres, precisam utilizar itens obrigatórios de segurança, como adesivos reflexivos, buzinas ou espelhos retrovisores. Contudo, apesar de não serem obrigatórios, os acessórios de ciclismo também proporcionam um menor risco de acidentes para iniciantes, e até mesmo os mais experientes ciclistas.

Luzes refletoras e Lanternas: quanto mais pontos de iluminação a bicicleta tiver, menor o risco de acidentes por atropelamentos. As luzes servem como sinalizadores noturnos e até mesmo diurnos, facilitando a identificação do ciclista e da bicicleta em vias urbanas e estradas.

 

Capacete: essencial para proteger o ciclista em quedas ou colisões. Os modelos atuais são ventilados e com proteção de espuma para nuca. São ajustáveis para garantir o conforto.

Roupa de Ciclismo:  muito além do conforto, a tecnologia dos trajes de ciclismo é desenvolvida para proteger os ciclistas dos raios solares UV, além de dispor de fibras que proporcionam maior ventilação e dão maior liberdade de movimento durante o exercício.

 

Luvas: apesar de não ser um item obrigatório, as luvas também protegem em casos de queda. Confortáveis, possuem espuma interna que ajudam a diminuir impactos e modelos que variam do fechado (que cobrem todo a área das mãos, até os pulsos) e modelos abertos (com aberturas nas falanges, para manter as mãos arejadas).


Vale ressaltar que os acessórios de ciclismo são apenas um complemento que tem função de proteger e prevenir acidentes. Nada substitui o respeito às normas e a atenção necessária ao ciclista durante o trânsito. Então, já botou seu capacete, luvas e sinalizadores pra cair no pedal?